Acessórios e sua história.

Acessórios e sua história.

Olá!

Tudo bem com vocês?

Sabe aquele dia em que você quer mudar o visual e está sem nenhuma inspiração?

Acho que todo mundo já passou por esta situação algum dia. Você experimenta várias roupas e sua cama fica cheia de blusas, calças, saias, shorts e casacos. Nesses minutos de produção todas as estações passaram pelo seu quarto. Sem contar a quantidade de sapatos que você experimentou com esses looks.

Um grande aliado neste hora é o acessório. Com eles mudamos totalmente a nossa produção.

Vamos conhecer um pouco da história sobre braceletes, pulseiras, anéis e brincos.

Braceletes

Um acessório marcante que hoje simboliza o poder das mulheres. No antigo Egito, o bracelete era usado pela alta sociedade simbolizando poder e riqueza. Mas seu destaque foi com Coco Chanel, na década de 30, quando o designer de joia Duque de Verdura lançou o bracelete de Cruz de Malta.

Pulseiras

Este acessório surgiu do ato de amarrar um adereço ao redor do pulso. As pulseiras com pingentes, chamados como berloques, surgiram no Egito. Os egípcios acreditavam que essas pulseiras afastavam os maus espíritos e mostravam o status que possuíam para que quando morressem os deuses soubessem quem eram as pessoas e os bens que conquistaram durante a vida.

Nos Estados Unidos existe uma tradição onde as mães presenteiam suas filhas com uma pulseira sem os pingentes e, em cada fase completada – debutante, formatura, casamento, gravidez entre outros – os pingentes são acrescentados como lembranças dos momentos vividos.

Anel

Os anéis, em geral, são responsáveis pela indicação de diversas situações e estados. A aliança dourada na mão esquerda, por exemplo, indica que uma pessoa é casada. Se estiver na direita, porém, já entendemos que ela está noiva. Reis medievais quase sempre utilizavam anéis em seu cotidiano, ao invés da incômoda coroa. O anel de formatura, por sua vez, é um item da composição visual de uma pessoa que indica que ela passou por um rito de passagem: a formação em determinada área de conhecimento.

Brincos

O uso de brincos entre os homens era comum na Pérsia e na Grécia antiga. Piratas também são frequentemente associados ao uso de brincos. Os índios também usavam (e usam ainda) o brinco como adorno. Mas e o brinco como símbolo de feminilidade?

Uma lenda árabe conta que Sara, esposa de Brahmi, era terrivelmente ciumenta e, tendo notado as especiais atenções de seu esposo pela escrava Hadjer, num momento de furor, furou os lóbulos das orelhas da rival. Brahmi tratou com carinho as feridas da escrava, mas, quando cicatrizaram, notou que deixaram um furo em cada orelha. Para consolar a escrava, ele passou através dos furos dois aros de ouro que fizeram Hadjer ficar mais bela e atraente.

Gostaram de saber um pouco da história destes acessórios?

Qual acessório você gosta de usar?

Deixe um comentário aqui no blog.

Um abraço,

2 thoughts on “Acessórios e sua história.

Comente aqui.